Acompanhe o nosso blog com dicas úteis para o mundo digital: SEO, redes sociais, conteúdo, design … web >

Como será o recomeço este ano?

Voltei de férias! A praia ficou para trás e com ela o burburim permanente de uma casa de família cheia de gargalhadas de crianças a correr, lancheiras para preparar, jantares onde todos falam ao mesmo tempo e nos obrigam a descansar a cabeça porque não se consegue pensar em mais nada.

Maria Cabral de Sousa
Set 1 • 2 min leitura
Como será o recomeço este ano?

Setembro é um mês de recomeço onde o entusiasmo e a ansiedade se misturam e as listas de ideias, projetos e tarefas começam a fervilhar na minha cabeça.

Gosto de recomeços como quem gosta de um caderno por estrear ou de uma folha em branco onde tudo é possível. Gosto de definir objetivos organizados por temas que viram grandes títulos nas páginas do meu caderno novo, com listas de tarefas e “bolinhas” para pintar quando completo cada uma.

Gosto do nervosinho que sinto na barriga como se provasse a mim própria que a cabeça continua a funcionar depois do sol de agosto.

Gosto de voltar para os projetos que deixámos para lançar em setembro, retomar os websites, lojas online e sistemas que temos ongoing, definir cronogramas de trabalho e calendários de go live.

Gosto de voltar para os clientes, das reuniões e calls para ouvir as novas ideias que trazem das férias, debater caminhos e encontrar soluções.

Gosto de voltar para equipa que vai também ela regressando de umas merecidas férias. Pensar em novas ações de team building para “matar as saudades” de estarmos juntos, falarmos das férias e darmos umas boas gargalhadas depois de meses a trabalhar em remote.

Gosto de voltar para as ideias projetadas para lançar em 2020 e do forcing próprio de quem acelera para chegar a tudo o que ainda queremos fazer este ano. Gosto de falar com a equipa e sentir o entusiasmo próprio de “coisas novas” misturado com o nervosismo dos prazos apertados e as corridas para conseguir.

Este Setembro o entusiasmo é o mesmo, mas a ansiedade é mais difícil de gerir com tantas incertezas em que o Covid-19 teima em não nos largar e vivemos com a dúvida: como será o recomeço este ano?

A incerteza é grande, mas quero acreditar que o entusiasmo próprio deste recomeço é maior e que juntos vamos conseguir fazer coisas giras neste ano desafiante.

Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.