O que nos deixa completamente doidos na internet?

Em 2020 passamos muito mais tempo online a navegar em milhares de páginas desde lojas online, redes sociais, sites de todos os supermercados para verificar até que horas estão abertos ... Aposto que não fui só eu! Mas tenho a certeza que ao longo deste ano todos nós passamos por momentos que nos deixaram completamente doidos online.

Inês Victorino
Jan 4 • 3 min leitura
O que nos deixa completamente doidos na internet?

Comecei a procurar se havia outros a sentirem o mesmo e encontrei um questionário onde a Smashing Magazine conseguiu resumir as principais frustrações dos utilizadores em 2020. As principais estão relacionadas com navegação e sim, obviamente, com formulários.

Aqui fica a lista do que mais irrita os utilizadores da internet: 

  1. Botões e links pequenos
  2. Selects para selecionarmos o país
  3. Push notifications
  4. Caixas inesperadas
  5. Perder formulários ao clicar no Back
  6. Autoplay de vídeos com som

Como é que conseguimos ajudar os utilizadores em 2021? Para cada um dos problemas deixo as suas soluções:

1. Botões e links demasiado pequenos

Este problema aparece logo quando navegamos nos nossos smartphones, os websites têm que ser refeitos para cumprir as normas de usabilidade nos ecrãs pequenos. Botões e links têm que se destacar e terem o tamanho standard para se tornarem facilmente clicáveis. Resumidamente... botões e links maiores!

2. Selects para selecionarmos o país

Nunca vos aconteceu? Portugal fica quase no fim da lista e muitas vezes dou por mim a demorar demasiado tempo a encontrar. Outras vezes acabo por clicar ou na Polónia ou em Porto Rico. A melhor opção é um input com a possibilidade de auto-complete.

3. Push Notifications

Sites que pedem constantemente para ativarmos as suas notificações. Muitas vezes o website ainda nem carregou e somos logo bombardeados com a pergunta: Quer receber notificações? Podemos saber a sua localização? Ainda não sei! Deixem o utilizador navegar e conhecer a marca e apenas apresentar esta opção aos utilizadores que passarem mais tempo dentro do website.

4. Caixas inesperadas

As maravilhosas caixas de publicidade ao longo do site... Este problema acontece ainda mais nos smartphones e continuam a deixar-me absolutamente desesperada. Começamos a navegar no site a ler os seus conteúdos e inesperadamente o conteúdo onde estávamos é empurrado para baixo ou para cima! No seu lugar aparece uma caixa de publicidade... Ou tentarmos clicar num link e adivinhem naquele instante estava uma caixa de publicidade e lá vamos nós ver um vídeo de um carro que nem queremos comprar... Na minha opinião o melhor seria deixar a publicidade no início ou no fim dos conteúdos.

5. Perder formulários ao clicar no back

Quantas vezes é que isto já vos aconteceu? Este ano para o natal apostamos em encomendar quase todas as prendas online – isto significou ir a imensos sites diferentes e preencher formulários várias vezes ao dia. Em alguns destes formulários se eu voltar para trás para verificar algo (como por exemplo a cor do artigo, quantas unidades etc.…) e depois avançava o que tinha preenchido nos últimos 5 minutos desaparece misteriosamente. Uma simples mensagem devia aparecer se clicarmos no botão back – “Se voltar atrás vai perder o que já preencheu”.

6. Autoplay dos vídeos com som

Quem nunca deu um salto as 2 da manhã na cama ao fazer scroll nas redes sociais? Posso falar por minha experiência e até porque também já apanhei sustos com outras pessoas a navegarem nas redes sociais ao pé de mim. Muitas vezes esquecemos o volume que temos nos nossos dispositivos, para este problema deixo que seria preferível clicar no vídeo ou começar sem som e o utilizador clicar para activar o som.

Bem aqui deixo o que realmente mais irrita ao navegar pela internet em 2020, espero que em 2021 muitos destes problemas comecem a ser resolvidos senão vou ter que me mudar para o Afeganistão onde espero me lembrar de baixar o volume do telemóvel antes de deitar.

Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.